Resenha #10 – O Sol é Para Todos, Harper Lee

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje vim trazer para vocês mais uma resenha de um livro maravilhoso, vamos conferir?

1807897.jpg

Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. ‘O Sol é Para Todos’, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

O Sol é Para Todos é um livro que se passa na perspectiva de Scout, uma garotinha de apenas 7 anos que vive sua vida feliz com seu irmão, pai e empregada, Jem, Atticus e Calpúrnia respectivamente.

A vida é simples para uma garota de 7 anos. Suas únicas obrigações é ir na escola e brincar com seu melhor amigo e irmão Jem. Seu relacionamento com seus vizinhos em Maycomb, um pequeno condado no Alabama, é fortemente testado quando seu pai, Atticus, é designado pelo Tribunal para defender um negro acusado de estupro.

-frases-o-sol-e-para-todos-png.png

Devo dizer que o livro se passa durante a grande depressão que o Estados Unidos sofreu no começo do século XX. Logo, negro e brancos não se misturavam e se odiavam. Atticus sempre foi uma homem de muito bom senso e amável, sempre ensinando o melhor a seus filhos. Quando acontece tal designação, a maioria do condado fica irritado com Atticus e começa a acusá-lo de ser “Amante de Pretos”. Sim, esse era o pior julgamento que poderia existir na época.

Scout não entende o porquê de seu pai estar sofrendo tudo isso, já que para ela não existe distinção de cores e etnias, apenas de caráter. Ela e seu irmão sofrem constantemente assédio de todos por causa desse fato.

O Sol é Para Todos é um livro emocionante, que nos faz pensar sobre o racismo e o preconceito, ver e vivenciar a vida pela perspectiva de uma criança, que o faz da maneira mais simples possível. É livro que ensina valores como amor ao próximo, amizade, companheirismo, a importância da família e sobretudo que o caráter das pessoas não depende de sua cor.

Foi um livro que li de maneira muito rápida, pois você se vê envolto pelos eventos decorrentes do julgamento e leva cada lição de moral sobre vários aspectos da vida que faz você se perguntar se a maneira como está vivendo é realmente a certa. Faz você se perguntar porque não é mais bondoso com as pessoas ao seu redor, como o preconceito fecha sua visão sobre algumas pessoas maravilhosas que devem estar ao seu redor.

Com certeza indico para todos, é realmente uma lição para se levar para toda a vida.

Beijos e até mais!

Ps: Como todos os posts que estou fazendo, esta leitura também pertenceu ao Desafio Obverso Books.

Blogs promoventes do desafio:

http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

http://www.infinitoslivros.com/

http://thousandlivestolive.blogspot.com.br/

http://www.notinhasderodape.com.br/

https://literasutra.com/

http://k-secretmagic.blogspot.com.br/

http://www.colecionandoprimaveras.com.br/

http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

http://www.confraria-cultural.com/

http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

http://www.adorkable.com.br/

http://www.pensamentosvalemouro.com.br/

Anúncios

20 comentários sobre “Resenha #10 – O Sol é Para Todos, Harper Lee

  1. Esse livro está entre os meus desejados desde a primeira vez que ouvi falar sobre ele, especialmente porque só leio comentários muito positivos a respeito. Sua resenha me motivou ainda mais a querer fazer essa leitura. Acredito mesmo que deva ser uma obra muito emocionante e repleta de lições.
    Beijos, Fer

    Curtir

  2. Oi, tudo bem?
    Esse livro já está na minha estante só esperando para ser lido. Eu sempre leio resenhas super positivas a respeito dele e cada vez crio maiores expectativas. Não tem como se esperar menos de um livro que ganhou o Prêmio Pulitzer. Como você mencionou imagino que seja um livro muito emocionante e já imagino como é a Scout, também acredito que a leitura seja realmente envolvente, aqueles livros que começamos a ler e nem percebemos o tempo passar. Espero lê-lo em breve.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá, tudo bom?
    Esse livro realmente é uma obra muito especial e única. A forma como uma garotinha passa a conhecer o preconceito incutido na sociedade e questioná-lo é algo muito bonito e delicado, para um tema tão forte. Um dos pontos que mais me emocionaram nesse livro foi quando a Scout se questiona quando vê a professora falando sobre o holocausto e sobre o ódio infundado pelos judeus e o quanto isso era errado e aquela menininha de sete anos questiona o irmão sobre a postura da professora já que ela – a professora- sentia o mesmo ódio pelos negros que os arianos pelos judeus. Esse livro é uma obra que merece ser lida.

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    Curtido por 1 pessoa

  4. Esse livro é um clássico e acho que todo bom leitor tem que ler esse livro, pois além das lições de moral que ele nos da, temos um enredo bem construída, a narrativa é excelente e a autora é um gênio. Sua resenha está bem concisa e deixa o leitor com vontade de ler. Adorei. Quero reler a obra, pois não me lembro de muitos detalhes.

    Beijo!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Oi!
    Conheço a fama desse livro mas ele nunca me chamou muita atenção, na verdade eu nem sabia do que se tratava a trama e lendo a sua resenha fiquei bem curiosa. Os comentários acima do meu também deixam claro de que se trata de uma verdadeira obra prima.
    Beijos!

    Curtir

  6. Oi!
    Eu não sabia que o livro tinha uma temática tão forte, principalmente que era narrado por uma criança, que torna a leitura muito mais sensível e realista do que por narradores mais velhos.
    Fiquei bem curiosa para saber como esse julgamento do homem negro irá terminar, e para aprender mais dos valores que são passados no livro

    Curtir

  7. Oiee ^^
    Eu morro de vontade de ler esse livro ♥ mas confesso que tenho um tiquiiinho de preguiça, pois sempre imaginei que fosse uma leitura um pouco complexa e cansativa *-* saber que você o leu rapidamente e que gostou me deixou um pouco animada. Sempre via menções da obra em outros livros que lia, mas o que me deixou mesmo curiosa foi encontrar uma frase do livro no Facebook: “Ainda que tenhamos perdido antes mesmo de começar, não significa que não devemos tentar” ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  8. Olá Carol,
    Fico feliz que você tenha gostado da leitura. Infelizmente, quando a fiz, ela não foi tão legal. Me arrastei em meio as páginas e não consegui me apegar aos personagens. Entretanto, atribuo isso ao fato de não estar em uma fase legal para a leitura desse livro e isso pode acontecer, não é? Por isso pretendo reler.
    Um fato que notei no livro, assim como você, é o que as crianças passam pela escolha do pai que, diga-se de passagem, não foi errada. Enfim, é um livro marcante e recomendado.
    Espero reler e gostar ♥
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  9. Olá, eu já tinha ouvido falar desse livro mas nunca tinha visto sobre o que se travava. Puxa deve ser uma leitura emocionante mesmo principalmente por ser narrado já perspectiva de uma criança inocente que não conhece diferenças e como a humanidade pode ser tão preconceituosa. Quem dera a gente pudesse permanecer com a inocência da infância para sempre. O mundo seria um lugar bem melhor.
    Vou com toda a certeza adicionar esse livro na minha lista de leituras.. BJ

    Curtido por 1 pessoa

  10. Olá!

    Comprei este livro a pouco tempo para meu Kindle, mas ainda não tiver oportunidade de ler. A história realmente parece ser muito bela e trazer muitos valores. Além de que é como um informativo histórico para conhecermos mais como era o tratamento que negros recebiam nesta época , ficamos horrorizados, mas acho importante sabermos. E claro que as lições que o livro trás também são super importantes.
    Adorei sua resenha!

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    Curtir

  11. Já tinha ouvido falar muito bem desse livro, mas não tinha parado para realmente ler sobre ele. Não fazia ideia que era pelo ponto de vista de uma menina de 7 anos – o que deve dar delicadeza sem perder a força das questões presentes na história.
    Concordo quando você diz que o preconceito muitas vezes cega a gente para quem está do nosso lado. E as vezes ele nem é tão aberto como no caso de cor de pele e tal.
    E pensar que o livro se passar em um período e que apesar de estarmos tantos anos depois ainda vemos como pouco evoluimos…
    Beijinhos,
    Lica

    Curtir

  12. Oi!
    Eu já conhecia o livro e tenho curiosidade sobre a história, mas ainda não consegui ler… O enredo parece ser muito bem construído e acredito que deve ser ainda melhor pela narração ser feita por uma criança.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s