Resenha #14: O Passageiro do Fim do Dia, Rubens Figueiredo

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje trouxe mais uma leitura para o Deafio Premiado Obverso Books, que era um vencedor do prêmio Jabuti ou Portugal Telecom.

13038_gg

Este romance de escritura primorosa narra um percurso. É o que se opera na consciência de Pedro durante uma viagem de ônibus para o bairro do Tirol, na periferia pobre da cidade onde mora – uma espécie de panela de pressão de violência e injustiça sistemática. É lá que mora Rosane, namorada de Pedro: faz algum tempo que ele passa os fins de semana com ela.
De radinho no ouvido, lendo a intervalos, observando o que se passa dentro do ônibus e fora nas ruas, Pedro, sem se dar conta, costura as ideias. Ao fim da viagem ele não será mais o mesmo: o que vê e pensa durante o trajeto, os fatos de sua vida, seus afetos, o mundo em que está imerso, tudo reunido terá formado um novo conhecimento, mais profundo e mais crítico, mas que nem por isso o deixará desprotegido numa sociedade em que parece não haver como fugir de um destino opressivo.
O passageiro do fim do dia não deixa dúvida sobre a importância de Rubens Figueiredo no cenário literário contemporâneo no Brasil.

Eu escolhi esse livro, apesar de não ser de um gênero que eu goste muito, devido aos comentários positivos que encontrei na internet. Mas eu me decepcionei totalmente.

O livro se passa todo em uma viagem de ônibus ao bairro do Tirol, no Rio de Janeiro. É uma viagem consideravelmente longa pois ela se estende pelo livro inteiro e o protagonista, munido de um livro sobre Charles Darwin, relembra fatos que ocorreram em sua vida, como ficar preso em um tumulto tentando vender livros usados, como conheceu sua namorada e um pouco sobre a faculdade que largou.

Não posso deixar de dizer que Rubens escreve de maneira maravilhosa, mas a história teria dado muito mais certo se fosse uma crônica. Tudo é muito detalhado, o livro não flui e parece que você está lendo já faz horas, quando na verdade leu apenas algumas páginas. Acho que outro fato que contribui com isso é que o livro não tem pausa alguma. Não tem capítulos, não é dividido em partes, nada. Então fica até meio complicado você diferenciar o que ele está vivenciando agora e o que começa a ser uma lembrança do personagem principal.

Além disso, o protagonista, Pedro, não me cativou de maneira alguma. Para mim, ele não tinha nada de especial e o namoro com Rosane, que ele insiste tanto em lembrar durante todo o percurso até a casa dela, não tem nada demais. Sério, é um casal normal até demais, meio sem graça.

Infelizmente, não foi uma leitura nenhum pouco prazerosa para mim. Já vi comentários ótimos sobre esse livro, se vocês visitarem a página do exemplar no Skoob até verão também, mas para mim simplesmente não funcionou.

Até mais, pessoal!

Blogs promoventes do desafio:

http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

http://www.infinitoslivros.com/

http://thousandlivestolive.blogspot.com.br/

http://www.notinhasderodape.com.br/

https://literasutra.com/

http://k-secretmagic.blogspot.com.br/

http://www.colecionandoprimaveras.com.br/

http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

http://www.confraria-cultural.com/

http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

http://www.adorkable.com.br/

http://www.pensamentosvalemouro.com.br/

Anúncios

19 comentários sobre “Resenha #14: O Passageiro do Fim do Dia, Rubens Figueiredo

  1. Oie , tudo bom???

    é assim mesmo, colega, nem todo livro muito elogiado vai te agradar !!! Porque acontece mesmo de não gostar de um determinado enredo, e personagem!!!
    Mas pelo menos você gostou da escrita do autor, você pode tentar outros livros dele.
    ,

    Curtir

  2. Oie, que pena quando um livro não é bacana para a gente e a leitura se arrasta, né? E esse parece ser bem desse tipo. Acho que me incomodaria bastante o fato de não termos divisão por capítulo. Mas que bacana saber que o autor escreve bem então esperamos que no futuro esses aspectos da obra melhorem

    Curtir

  3. Olá
    Realmente devo incorrer que sempre livros muito elogiados serão ótimas leituras e livros super mau criticados serão de fatos ruins. É uma pena você ter se decepcionado um bucado com o livro. Eu particularmente desconhecia a obra, por isso não sabia muito bem do que se tratava a obra, mas achei super interessado, mesmo também não fazendo meu estilo de livro ,mas mesmo assim irei anotar a dica. Adorei a sua resenha, até mais vê
    Bjss

    Curtir

  4. Que chato esperar algo realmente bom de uma leitura e a expectativa não se confirmar. Mas fquei curiosa com o enredo da viagem dentro do ônibus e achei isso original. Acho que seria uma boa dica de presente para quem curte o gênero.
    Beijos

    Curtir

  5. Oi!
    Nunca ouvi falar desse livro, pra ser sincera, e a capa e a sinopse não me cativaram em nada, só por isso eu já passaria a leitura. Sua resenha só confirmou que o livro não me agradaria, ainda mais por ser uma narrativa direta, sem capítulos e pausas, me parece muito maçante. Uma pena que tenha sido uma leitura ruim, espero que a próxima seja melhor.
    Beijos!

    Curtir

  6. Olá!
    É uma pena que o livro não tenha te agradado, é péssimo quando a gente aumenta as expectativas e se decepciona com a obra =[
    Eu nunca ouvi falar do livro até então e confesso que a premissa dele não me atraiu. Me pareceu uma história bem sem graça, então acho que essa leitura eu não faria.
    Espero que sua próxima leitura seja melhor!
    Beijos!

    Curtir

  7. Oi!
    Que pena que o livro foi uma decepção pra você.
    Super chato isso de não ter nenhuma separação a história, e muito menos separar o presente das lembranças do passado, confesso que se fosse eu lendo teria abandonado nas primeiras páginas hahahah

    Curtir

  8. Sempre tento sair da minha zona de conforto, mas assim como ocorreu com você, acabo me decepcionando
    Achei tenso não ser dividido em capítulos, eu já fico muito incomodada quando os capítulos são longos! Não gosto de leituras arrastadas, muito detalhadas, que não nos envolvem com o personagem, por isso não é um livro que seja indicado a mim

    Curtir

  9. Olá, tudo bom?
    Uma pena que o livro tenha te decepcionado tanto! Concordo que pela temática, o mesmo seria muito melhor desenvolvido em uma crônica e, assim como você, acho que funcionaria melhor – já que está em formato de romance – se tivesse sido dividido em capítulos. Enfim! Uma pena que a escrita tenha sido enfadonha e o personagem nada cativante, mas valeu a experiência né? rs

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    Curtir

  10. Oiiii

    Nossa odeio quando estou doida pra ler um livro e ele é decepcionante, esse em especial parece ser bem arrastado, ainda mais por se passar num cenario só. Mas fico feliz que a escrita tenha sido boa pra ti. Enfim, achei até que interessante a premissa, mas por ser parado assim deixo passar.

    Bjos

    Curtir

  11. Olá!
    É uma pena que você não tenha gostado do livro, pela sinopse parecia ser bom. Porém, pelo fato de você ter dito que não tem capítulos e nem divisão nenhuma, me decepcionou. Deve ser muito confuso não saber ao certo se é uma lembrança ou um acontecimento real. É horrível quando nos deparamos com um livro que queríamos muito ler e ele se mostra ruim…
    Vou deixar passar a dica dessa vez.

    Abraços, Lara.
    Império Imaginário

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s