Resenha #20: O Caçador de Pipas, Khaled Hosseini

Olá pessoal, tudo bem? Hoje trouxe para vocês a resenha de um livro que me emocionou muito, vamos conferir?

o caçador de pipas.jpg

O romance narra a tocante história da amizade entre Amir e Hassan, dois meninos que vivem no Afeganistão da década de 1970. Durante um campeonato de pipas, Amir perde a chance de defender Hassan, num episódio que marca a vida dos dois amigos para sempre. Vinte anos mais tarde, quando Amir está estabelecido nos Estados Unidos, após ter abandonado um Afeganistão tomado pelos soviéticos, ele retorna a seu país de origem e é obrigado a acertar as contas com o passado.

Comecei a ler esse livro por causa de um clube do livro que estou participando e não tinha expectativas nenhuma. Me apaixonei por essa história emocionante.

Começamos o livro já conhecendo essa amizade enorme entre Amir e Hassan, que é muito bonita, principalmente da parte de Hassan. A primeira parte foca na infância dos dois e Hassan faz de tudo para agradar Amir. Aqui, já temos indícios de um certo ciúmes de Amir pelo amigo, onde qualquer coisa que ele vê que Hassan não saiba, ele quer contar vantagem, como o fato de que Hassan não sabe ler nem escrever, e quando o amigo pergunta o significado de algumas palavras ele fala o errado só para Hassan passar vergonha.

SAM_5361o caçador

O festival de pipas de Kabul é um evento anual de proporções enormes. E é nesse episódio que tudo começa a mudar. Amir, é claro, ganha a competição e o grande prêmio é pegar a última pipa cortada. Hassan não mede esforços para conseguir esse grande prêmio para o amigo. É aí que acontece a grande tragédia. Amir percebe que Hassan está demorando muito e começa a ir atrás dele, procura por muito tempo até que o encontra encurralado em um beco com três garotos querendo pegar a última pipa dele. Hassan não entrega, e os meninos dizem que ele tem que pagar. Como? Ele é estuprado.

Li essa parte com grande choque e não acreditando no que estava lendo. Hassan é um menino tão bom que você quer proteger e não aceita que uma coisa horrível dessas aconteceu com ele. Amir vê tudo e não faz nada e é assim que a amizade deles muda para sempre.

Primeiramente, devo dizer que Amir era apenas uma criança, o que pode ou não justificar a ação de ter presenciado tudo e não ter feito nada para salvar o melhor amigo. O personagem fica a vida inteira se remoendo por isso, demonstrando o quanto ele se arrepende e queria ter contado para alguém ou ter feito alguma. Mais para a frente, ele e o pai fogem para os Estados Unidos por causa da guerra e a história fica meio parada, sabe? Quando ele precisa voltar ao Afeganistão, descobre que essa pode ser a única chance que tem de se redimir com o seu amigo.

A partir daí a leitura é deliciosa. Várias descrições de Kabul pós guerra e o estrago que o Talibã fez com o país é de revoltar. Era um cultura muito bonita que simplesmente foi destruída por homens que acham que sabem o que Deus quer. O livro, antes de mais nada, é para uma reflexão profunda sobre nossos atos e como podemos machucar os outros simplesmente por não tomarmos partido nenhum. É um história de amor e companheirismo e mostra que podemos sempre fazer alguma coisa para melhorar. Em alguns momentos até achei que fosse uma história real, por ser tão bem escrita e detalhada, mas é apenas a triste vida de quem mora nestes países de guerra.

Recomendo muito a leitura a todos.

Até mais, pessoal.

Anúncios

27 comentários sobre “Resenha #20: O Caçador de Pipas, Khaled Hosseini

  1. Embora esse livro seja super bem falado e eu até ache a história linda, eu não tenho coragem para ler. Meu pai me contou todos os detalhes e o que mais me entristeceu foi a cena do estupro para ele pegar a pipa, a maneira como o sangue pinga na neve depois, a maneira como ele descreve tudo, eu simplesmente não consigo ler. Chorei por dias, sei que coisas assim acontecem frequentemente e não consegui esquecer os detalhes que meu pai me contou. É um livro triste, lindo, emocionante, mas que não é para mim.

    Curtir

  2. Olá
    Já li esse livro também e recomendo muito a leitura para quem ainda não tenha lido. Sua resenha ficou ótima e fico feliz que você tenha lido a obra e expressado tão bem o que achou da trama. As reflexões já fazem parte desse livro mesmo e é preciso estar preparado para todas as descrições. Impossível esquecer uma obra assim!
    Beijos, Fer
    http://www.segredosemlivros.com

    Curtir

  3. Este é um dos meus livros favoritos da vida e eu amo demais esta história. Tenho a impressão que até o ponto em que Amir e o pai fogem do Afeganistão, é quase auto biográfico e isso me deu uma sensação de intimidade com o autor.
    Que bacana que você gostou!!

    Curtir

  4. Olá!
    Esse livro é um dos melhores livros que li na vida. Li há um tempo e fiquei destruída por muito tempo. Justamente por ter me sentido dessa forma, quero reler a obra e ver se os sentimentos continuam os mesmos.
    A forma como Amir não faz nada e, depois, quer se redimir com o amigo tocou meu coração de uma forma que, até hoje, nenhum livro conseguiu fazer.
    Obrigada por me presentear com essa resenha incrível.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    Curtir

  5. Olá.. este foi um dos livros que eu li que mais me emocionaram, na verdade todos os livros que leio sobre essa região me emocionam pelo choque cultural… A história de Amir e Hassan me tirou o fôlego. É tão triste ver o contraste social desse povo com a nossa cultura. Mulheres sem vez ou voz, totalmente submissas, povo sofrido, regiões sempre em guerra. Já estou me distanciando do livro… enfim eu me revolto com certas coisas que acontecem por lá…
    Abraços

    Curtir

  6. Olá!
    Sempre vi esse livro nas livrarias da vida mas nunca chamou minha atenção, embora eu não soubesse exatamente do que se tratava. Me parece uma obra marcante e talvez até chocante, e acredito ser realmente muito boa, se levarmos em conta os vários comentários positivos acima. Mas ainda assim não sei se é um livro que eu leria. Não faz muito o meu ”tipo” e creio que não me agradaria. Porém, acredito que é um livro que merece uma 2ª chance. Não saberemos se é bom se não lermos, não é mesmo?
    Parabéns pela resenha.
    Abraços!

    Curtir

  7. Olá♥
    Sua resenha realmente me inspirou a conhecer a obra, sempre vejo muitas pessoas falando desse livro, mas nunca tive curiosidade em pegar para ler é um livro muito bem falado. Não imaginava que o enredo era algo tão grandioso assim, deve ser legal vê a volta do personagem a sua terra natal e vê o que vai acontecer com o desenrolar da história, a capa do livro poderia ser bem mais elaborada, mas creio que faz jus ao livro. Parabéns pela resenha ♥

    Curtir

  8. Olá!!
    Esse livro é incrível! Me fez chorar horrores kkkkkkk.
    Uma história tão intensa que levei semanas para superar. Ele parece leve e pesado ao mesmo tempo, não consigo explicar direito.
    Acho que todo mundo deveria ler esse livro ao menos uma vez na vida.
    bjs

    Curtir

  9. Olá, tudo bem?

    Confesso que esse livro não me chama a atenção, não sei o motivo. Talvez a capa, ou a sinopse, o título, não sei dizer, só sei que não me atraí.
    Leio várias resenhas positivas, assim como a sua, sobre ele, mas continuo sem interesse. o.o

    Beijo!

    Curtir

  10. Oi, tudo bem?! Eu li esse livro já faz um tempo porém nunca vou esquecer a história dele ainda mais por nos mostrar como o Afeganistão era um país feliz e livre antes do Talibã chegar. É uma história muito triste e emocionante mesmo. Eu chorei muito com a leitura.
    Bj

    Curtir

  11. Oi, tudo bem?

    Eu ainda não li esse livro e realmente me envergonho por isso. Tenho certeza que a história é linda, emocionante e doída. Será que o fato de ser criança justifica o ato de Amir? Espero poder conferir a obra o mais breve possível!

    Beijos

    Curtir

  12. Esse livro é tão incrivel que depois de ler sua resenha fiquei com vontade de lê-lo novamente.
    Assim como você percebi a mensagem do autor sobre o quanto devemos refletir sobre os nossos atos e fiquei chocada com tanta destruição e tristeza.
    ótima resenha.
    bjs.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s