Resenha #34: As Vantagens de Ser Invisível, Stephen Chbosky

Olá Pessoal, tudo bem?

Hoje trouxe para vocês mais uma dica muito legal de livro que acho que a maioria já ouvi falar, vamos conferir?

as-vantagens-de-ser-invisivel

Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe – a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.

As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.

Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

Eu comecei a ler esse livro porque sempre me falaram que é muito bom e confesso que não me chamou a atenção tanto a leitura assim. Primeiramente, o livro é narrado no formato de cartas, onde Charlie escreve para um colega de sua escola, mas nunca chegamos a descobrir quem é o destinatário.

A história é muito bonita e trata de temas bem pertinentes, como depressão, abuso sexual, homossexualidade, relacionamentos abusivos e muito mais. Charlie é um doce e na maior parte do tempo não achamos que ele tem a idade que ele fala, por ser um menino totalmente diferente. Nós nos apegamos a ele e, cada vez que ele sofria ou tinha seus apagões, nós ficávamos com o coração apertado, esperando que tudo se resolvesse.

Temos também Patrick e Sam, que são irmãos, e viram amigos de Charlie (pouco tempo após seu melhor amigo se suicidar, o que deixou o menino bem frágil e um pouco anti-social, o que é totalmente explicável por sua condição). Patrick vive um relacionamento escondido com um dos garotos mais populares da escola, que não quer se assumir e tem medo que os outros descubram. É bem triste ver o quanto os dois se gostam e não podem ficar juntos. Já Sam é aquela menina que também conquista o nosso coração e que ajuda muito o Charlie a melhorar um pouco a sua condição. O amor que ele tem por ela é muito puro e nos faz sorrir o tempo todo, apesar de o machucar de vez em quando.

A única coisa que me incomodou um pouco é o autor não explicar explicitamente qual é a doença de Charlie. Eu li e subentendi uma coisa, mas outra pessoa pode imaginar que seja outra coisa totalmente diferente. Mas foi algo que ele não podia ir muito a fundo porque, como é Charlie que escreve as cartas narrando o livro, ficaria fora de contexto, pois nem o personagem entende direito o que acontece com ele.

É uma leitura muito gostosa e o livro é bem pequeno, então pode ser feita de maneira rápida. Acho que indicaria para adolescentes do Ensino Médio e seria muito interessante os professores trabalharem esta obra em sala de aula, pois tenho certeza que chamaria a atenção da maioria da turma.

 

Até mais, pessoal!

 

Anúncios

30 comentários sobre “Resenha #34: As Vantagens de Ser Invisível, Stephen Chbosky

  1. Oiee ^^
    Eu também gostei deste livro, mas acho que eu tinha expectativas altas demais, então acabei me decepcionando um pouco. Não sei se foi por eu ter visto o filme primeiro, ou por não ter me envolvido totalmente com o livro, mas eu gostei mais do filme, e acabei achando o livro um pouco cansativo. Mas é uma ótima história, né? Concordo que devia ser trabalhada nas escolas.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    Curtir

  2. Olá
    Eu nunca li esse livro, e sou bem desligado de sua adaptação cinematográfica, tanto que a te o momento eu não sabia do que se tratava a obra rsrs. Eu ainda fico com um pé atrás em querer começar a ler esse a obra, mas pela sua resenha a gente percebe que o livro foi bem agradável pra você e pode ser pra mim também kkkk. Quando ao autor deixar subitendido a doença me deixou um pouco confuso não sei rsrs. Enfim, vou anotar a sua dica é quem sabe eu lerei ela em breve, até mas vê!!
    Bjks

    Curtir

  3. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, mas estou bem curiosa para conferir.
    A trama é bem interessante, e sei que tem o filme que é a adaptação, mas ainda não assisti.
    Preciso fazer os dois,
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    Curtir

  4. Olá Carol,
    Acredita que ainda não li esse livro? Ia tentar encaixá-lo em um desafio para esse final de semana, mas decidi não arriscar por saber que o livro é composto por cartas.
    Tem obras que me agradam por conta dessas questões subentendidas que os autores deixam, mas, gostaria de uma resposta também – o que acontece com Um Amor para Recordar.
    Vou tentar ler esse livro e depois te conto o que achei que era a doença do Charlie.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    Curtir

  5. Eu tenho esse livro, mas nunca li. Aí esses dias eu decidi ver o filme. E amei. E o final me surpreendeu demais, realmente eu não esperava. Os personagens são demais, e é quase impossível não se identificar com algum momento da história. Bacana você dizer isso dos professores lerem e indicarem. Isso é sempre um excelente incentivo pra leitura.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    Curtir

  6. Olá, sou super suspeita ra falar sobre essa obra, ela é meu xodózinho ❤

    Um livro narrado de forma incomum, o qual recomendo pra todos. Impossível não se apaixonar por Charlie.

    Adorei sua resenha

    Curtir

  7. Até hoje não me senti tentada a ler o livro, ou mesmo ver o filme. Acho a ideia da narrativa ser feita através de cartas, interessante, mas mesmo isso não foi suficiente para me empolgar a ler.
    Bjs

    Curtir

  8. Ola…
    Acredita que até hoje não senti curiosidade e nem nada em relação a esse livro?
    Conheço a história por causa do filme, mas até hoje nada me puxou para lê-lo mesmo vendo várias recomendações positivas sobre o mesmo.
    Acho que o meu problema com ele seria a forma da narrativa ;/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    Curtir

  9. Acho que é a primeira resenha que leio desse livro que me deixa com uma certa vontade de arriscar a leitura…
    Me parece que tem alguma coisa a mais no livro do que eu estava imaginando que tinha, ao menos foi o que eu senti agora. E confesso que eu meio que julguei o livro por causa do filme – eu sei que é muito raro o filme ser tão bom quanto o livro, mas eu não achei o filme nem ok, achei ele muito ruim então acho que esperava que no máximo o livro seria ok, sabe?
    Não sei… Acho que terei que arriscar a leitura para ter uma ideia melhor da história e da ideia do autor…
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    Curtir

  10. Oi Carol ! Eu descobri esse livro quando estava prestes a lançar no cinema , então corri para a livraria para ler antes do lançamento do filme. Li em um dia e me apaixonei. Era o livro que eu estava precisando para o determinado momento da minha vida. Abraços!

    Curtir

  11. OI!!

    Tudo bem?

    Assim como você nunca me interessei muito pelo livro, já assisti o filme e gostei, mas o fato da leitura ser em cartas não me cativa. O interessante é que o livro aborda vários assuntos importantes tanto para os adolescentes como para as pessoas diferentes que não são aceitas socialmente. EM se tratando da doença dele é meio chato não saber o que realmente o protagonista tem. Beijos e até a próxima!

    Curtir

  12. Quando comecei a ler alguns quotes que circulava pela internet do livro logo surgiu a vontade de ler, porém não consegui concluir a história, apesar de ter um grande significado através de tudo a forma como é escrito n me agradou, em forma de carta creio que nunca tinha lido algo assim e achei que seria interessante, mas acabou que perdi o interesse.

    Curtir

  13. Oii, tudo bem? Gostei da resenha. Esse é um dos meus livros favoritos da vida. O Charlie é um personagem inesquecível, me identifiquei muito com ele em alguns momentos. Realmente fica confuso não saber muito bem o que ele tem, mas no final acho que ficou bem claro. Reli o livro esse ano e continuo apaixonada pela obra.

    Beijos

    Curtir

  14. Ahhhhhh <3<3 Amo intensamente As Vantagens de Ser Invisível, acho um obra sensacional que para um adolescente é fundamental para entender muitas coisas sobre a vida. O Charlie é de uma pureza que me tocava diretamente, um personagem frágil mas tão forte ao mesmo tempo. O filme também é muito bom e com bons atores, mas o livro ahhh *–* é lindo.
    Beijos

    Curtir

  15. Olá, li esse livro a um tempo atrás e fui cheia de expectativa em cima dele, isso na maioria das vezes não é nada bom viu, e eu confesso que me decepcionei um pouco, achei a carga dramática forte demais e que a autora não soube dosar isso no personagem, ele ficou com uma imagem de chorão para mim KK, mas depois entendemos que ele tem uma doença mas mesmo assim não me convenceu muito, e o filme foi a mesma coisa, mas tem uma trilha sonora tão maravilhosa

    Curtir

  16. Carol que bom que você gostou da leitura. Sinto dizer que discordo em quase tudo, mas respeito sua opinião, afinal cada história toca cada leitor de um jeito.
    Para mim a narrativa não foi gostosa mas arrastada e me deixou angustiada. Achei que a forma como o protagonista falou dos temas “polêmicos” deixou tudo mais pesado, ao invés de chamar atenção para importância de tais assuntos serem tratados com naturalidade e até estimular posturas combativas aos mesmos, nos casos dos abusos.
    Só gostei das indicações de livros que o professor do protagonista dava a ele e da forma como ele apoiou a irmã qnd precisou. Além da Sam e do Patrick, talvez se a história fosse contada por eles eu tivesse gostado mais.
    Já fiz sorteio com o meu livro que estava novinho.
    Gostei não da leitura.
    Enfim foi massa saber suas impressões. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s