Resenha #46: Um Conto de Natal, Charles Dickens

Olá pessoal, tudo bem?

Primeiramente, Feliz Natal para todos! E aproveitando esse clima, trouxe uma resenha de um clássico dessa data, que acredito que várias pessoas conheçam, vamos conferir?

conto_de_natal__um_9788525412430_9788525421333_hd

Título: Um Conto de Natal

Autor: Charles Dickens

Editora: L&PM Pocket

Páginas: 144 páginas

Ano: 2003

Em meio ao frio e à neve da cidade de Londres, à véspera do Natal, todos preparam-se para a celebração do nascimento de Cristo. As donas de casa ocupam-se alegremente com seus assados, os homens, ansiosos, não vêem a hora de voltar para casa, e as crianças perdem o sono pensando nos presentes. Apenas uma pessoa não parece feliz com o Natal: o velho Scrooge, homem de negócios sovina, ranzinza e solitário. Ele não vê razão para tanta alegria e inquieta-se, apenas, com a folga que terá de dar a seu secretário. Mas ele recebe a visita fantasmagórica de Marley, seu falecido sócio, que se arrepende de ter passado a vida atrás do dinheiro. Ele leva Scrooge em uma viagem inesquecível para tentar salvá-lo enquanto é tempo.

Publicada originalmente em 1843, a história da redenção do velho Scrooge é sem dúvida o mais célebre conto de Natal e já foi adaptada para história em quadrinhos, filme, peça teatral, etc., comovendo adultos e crianças de todas as épocas.

Acredito que todos já tenham ouvido falar dessa história pelo menos uma vez na vida. É aquela que nos faz resgatar o espírito Natalino e querer fazer o bem aos outros, sempre nos levando a diversas reflexões de como andamos vivendo a nossa vida e o quão pouco fazemos para ajudar uma pessoa necessitada ou que precisa de nossa ajuda.

Scrooge é o personagem mais odioso que pode existir. Para ele, a única coisa que importa é o dinheiro, coisa que vemos muito ainda nos dias de hoje. Até que seu falecido amigo aparece em forma de fantasma para lhe dar um ultimato: ou ele muda completamente, ou vai ficar condenado pela eternidade a fazer o bem que não fez aos outros enquanto ainda era vivo.

Enquanto ele recebe os espíritos do Natal passado, presente e futuro, a sua mudança de personalidade é drástica. Podemos ver um homem que não sabe como chegou naquele estado e que bem no fundo tem um consciência que está pedindo para reverter todo o mal que fez. E com isso, podemos presenciar o enorme crescimento de um ser humano, graças à mágica do natal.

O livro é bem curtinho, apenas 144 páginas, e a leitura muito fluída, então conseguimos ler em uma parte. Acho uma ótima dica para hoje ou amanhã, para resgatar esse espírito que às vezes perdemos e não sabemos, para se dar conta que o Natal é realmente uma data muito mágica.

Boas Festas, pessoal!

Anúncios

14 comentários sobre “Resenha #46: Um Conto de Natal, Charles Dickens

  1. Essa é a terceira resenha que ando lendo desse livro, por causa da época natalina, porém nunca li e nem sabia que existia, até ler essas resenhas, mas amo a adaptação que a disney fez e agora fiquei com curiosidade de lê-lo. E adoro como a época do natal pôde mudar tanto o Scrooge, um velho chato demais e que se tornou outra pessoa no final.
    Trouxa do Livro

    Curtir

  2. Olá, tudo bem?
    Owm eu amei a rua resenha. Dickens é um clássico né? E deixa a gente bem empolgada pela leitura. Já ouvi falar desse livro sim, varias vezes, mas nunca tive a oportunidade de ler. Vou adquirir a obra o quanto antes e aproveitar essa leitura que parece ser deliciosa. Beijos

    Curtir

  3. Olá Carol!
    Eu sou uma grande fã dos trabalhos do Dickens, e esse em especial eu ainda não tive a oportunidade de ler. Mas, já assistir filmes adaptados como Os Fantasmas de Scrooge e Os Fantasmas Contra Atacam ,e sei que devem ter uma dúzia com temas bastante semelhantes, e esses em particular vale a pena conferir!

    Sobre o livro, ele traz uma mensagem muito bonita e comovente, com certeza irei ler em breve 🙂

    Curtir

  4. Olá, tudo bem?

    Eu vi esse livro dias desses em algum blog, um especial sobre livros natalinos, aliás vários fizeram, achei bem legal. Eu não sabia que o livro tinha uma mensagem tão bonita e a sua resenha ficou muito boa, só me deu vontade de ler a obra, que parece ser de fato muito boa. Um dia ainda vou ler!

    Curtir

  5. Olá, que bom que você curtiu a leitura. Nunca li um livro de natal em si, li Annie que se passava no natal, mas não tinha o xismas como foco central. Conheço a história desse conto do Dickens, acho que todo mundo meio que conhece, mas nunca parei para ler. Abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s