Resenha #53: Montanha da Lua, Mari Scotti

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje resolvi trazer para vocês a primeira resenha da minha parceria com a autora Mari Scotti. Vocês podem conferir um pouco mais das obras dela nesse link aqui. Como vocês sabem, eu amo romances de época. Então mal podia esperar para ler um de uma autora brasileira, vamos conferir a minha opinião?

 

capaamazon

Título: Montanha da Lua – Livro 1 – Coleção Família Hallinson

Autor: Mari Scotti

Editora: Amazon

Páginas: 281 páginas

Ano: 2015

Comprar|Skoob

Há séculos uma verdade acompanha cada herdeiro do ducado de Bousquet: A Maldição dos Hallinson’s. Conta-se que a tragédia os acompanha, levando à morte as esposas em seu primeiro ano de matrimônio. Geração após geração, aprendem sua sina e a regra a seguir para possuir uma união frutífera e longa. Octávio Hallinson Segundo sofre as consequências de não seguir estes ensinamentos. Viúvo, isolou-se da sociedade, fugindo da responsabilidade de casar-se novamente para providenciar um herdeiro para seu título. Um homem marcado pela dor. Mical Baudelaire Nashgan sempre foi uma mulher decidida, enfrentando as ordens de sua tia e negando-se a seguir o protocolo que obrigava mulheres a procurar maridos apenas por posse de títulos e dinheiro e não por amor. O posicionamento contraditório aos costumes afastou os candidatos, tornando-a uma das únicas solteironas que sua província conheceu. A mais bela dentre elas. Uma tragédia a coloca frente aos perigos da floresta aos pés da Montanha da Lua e seu futuro torna-se incerto e assustador.

Se fosse para escolher uma palavra para descrever esse romance seria: ENCANTADOR.

Eu simplesmente amo romances de época, e como disse ali em cima, estava morrendo de vontade de conferir um escrito por uma autora nacional. Preciso dizer que minhas expectativas foram superadas e já posso adicionar essa série na minha lista de favoritas.

Mical é uma protagonista que não liga para o que a sociedade pensa dela, o que é ótimo, já que aceitou o seu destino de ser uma solteirona. Acho que essa é a principal característica da personagem, que é uma pessoa muito forte e decidida, bem diferente das mulheres da época.

Já Octávio é totalmente recluso desde a morte de sua esposa. Desde o primeiro encontro dos dois nos mostra que tem um bom coração, mas também um orgulho gigante. O medo da maldição o persegue o tempo inteiro, ele vive em constante medo de se apaixonar novamente por causa disso.

A história é típica dessa época, mas tem algumas ações do protagonista que simplesmente me irritaram ao extremo e, apesar de entender esse medo enorme que ele tem da maldição, acho que seus atos não se justificam quando ele repete o mesmo erro pela terceira vez. Sério, Mical é uma santa nesse aspecto, porque se fosse comigo não teria paciência para aguentar, sinceramente. Mas podemos ver que o amor dos dois é muito grande, grande o bastante para passar por cima desses problemas.

Os personagens secundários, tios da Mical, que a criaram depois que seus pais morreram, têm uma história muito interessante também e um segredo que eu nunca imaginaria, que ficamos conhecendo praticamente na metade da história. Devo dizer que isso muda a maneira que vemos sua tia e todas as ações que ela toma, de alguma maneira, parecem se justificar para a gente.

É uma leitura extremamente fluída e gostosa de ser feita. O ritmo da história é bem animado, então nem percebemos enquanto estamos lendo. Para quem ama livros desse gênero, acredito que seja uma leitura obrigatória, já que a autora soube escrever uma história ótima com muito amor. De fato senti esse amor enquanto lia as páginas, espero que vocês também sintam.

Até mais, pessoal!

Anúncios

28 comentários sobre “Resenha #53: Montanha da Lua, Mari Scotti

  1. Oi, Carol!
    Hum… Curti a sinopse a resenha.
    Adoro romances de época e esse me chamou atenção. Faz tempo que não vejo mocinhos viúvos e vivendo isolados do mundo em livro. Quero muito saber como é a interação dos protagonistas.
    Obrigada pela dica!
    Ah! Vi que o livro faz parte de uma série. Cada livro vai ser de um casal?
    Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi, tudo bem?

    Nossa, pela capa eu jurei que fosse um livro de fantasia haha. Não o conhecia, mas não me chamou atenção. Pessoalmente, não gosto do modo como as personagens adultas femininas estão sendo escritas – como libertárias e independentes -, mas aí se apaixonam e se tornam bobas. Acho bom que essa personagem não seja assim. Mas, mesmo assim, não fiquei com vontade, não. E, só de saber que o protagonista não aprendeu nada com os erros (é claro que a gente faz a mesma coisa, especialmente por medo, mas a gente não quer ver isso se repetir na literatura, né? Hahaha), já fico rolando os olhos pra ele haha.

    Que bom que gostou da leitura, tenho saudade de ler algo do gênero e achar também encantador, os últimos que li (há muito tempo) só me fizeram passar raiva e irritação mesmo HAHA.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    Curtir

  3. Olá,
    Que interessante, nunca li nada de época, mas este ano pretendo, inclusive já comprei alguns. Achei bem diferente do que tenho visto por aqui. Bacana você ter achado encantador, isso já faz a diferença.
    E de ser animado também faz a diferença, esse era o fator que me afastava de romances de época, não conseguia linkar. Ainda não consigo muito bem…
    Beijos
    http://www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    Curtir

  4. Oiee ^^
    Eu também adoro romances de época, e sempre tive curiosidade de conhecer as obras da Mari, já que sempre vejo algo elogioso a respeito das mesmas. Mas não sei se conseguiria ter paciência com os personagens…haha’ ainda assim, estou bastante curiosa para conhecer, espero gostar também 🙂
    MilkMilks ♥

    Curtir

  5. Oi!
    Também amo romances de época e por isso esse foi o primeiro livro que solicitei à autora e não me arrependi disso. Mari é uma excelente escritora e não decepcionou nessa obra, mas admito que também me irritei diversas vezes com as atitudes do mocinho. Ainda assim foi uma leitura muito boa.
    Beijos!

    Curtir

  6. oi!! também sou apaixonada por romances de época. já li várias resenhas positivas sobre esse livro e ele já está na minha lista de compras. não conhecia a autora nem seu trabalho, mas já vi que vou virar fã. espero que o livro seja maravilhoso, tô bem ansiosa para ler!
    beijos, isa

    Curtir

  7. Oiii Caro, tudo bem?
    Que livro mais lindo menina, confesso que fiquei bem interessada nesse livro da Mari e vou recomendar para algumas amigas também! Por mais que eu não goste de romances de época, quem sabe eu leia igual.
    Beijinhos da Morgs!

    Curtir

  8. Essa é a segunda resenha que vejo a respeito desse livro e são só elogios! Não é meu genero preferido mas só de ler comentários tão positivos eu fiquei extremamente tentada a ler.

    Curtir

  9. Gosto de ressaltar, sempre que alguém reclama do Octávio, que nós vivemos em uma época totalmente diferente em relação aos credos, crenças, superstições e tal. Em séculos anteriores aos nossos as pessoas matavam e morriam por culpa de credos que hoje sabemos serem completamente errados ou ridículos. O Octávio cresceu acreditando numa força maior, daí essa é a crença maior da vida dele, da vida de todos os Hallinson antes dele.
    Amo tanto ele! Se ele existisse nos dias de hoje com certeza eu tinha feito ele apanhar de alguém! HAHAAH.
    Adorei a resenha, obrigada pelo carinho <3. Espero que goste de A noiva devota também.

    Beijocas, Mari Scotti

    Curtir

  10. Não curto muito romances de época, mas não sei, tenho vontade de ler os da Mari porque pelas resenhas que li sinto um clima mais inocente, que acho que falta em muitos enredos do gênero. Posso até estar enganada, mas pretendo me arriscar. E essa capa é linda! *-*

    Curtir

  11. Olá.
    Nunca li nada da autora, mas tenho muita curiosidade e sua resenha me deixou ainda mais animada, ENCANTADOR é um bela palavra, adorei sua resenha e a premissa do livro é muito interessante, tenho certeza que vou curtir muito, saber que o livro tem uma extremamente fluida é muito bom mesmo, estou precisando ler mais livros assim.
    Adorei e vamos combinar que essa capa é linda né

    Curtir

  12. Oi, tudo bem?
    Tenho muuuuita vontade de ler esse livro, pois todos elogiam muito. E com você não foi diferente. Gostei de ver suas impressões também e ver que o livro vale mesmo a pena. Que bom que amou a obra tanto assim.
    Eu amo romances de época, então claro que vou ler em breve.

    Curtir

  13. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar desse livro e até coloquei ele na minha lista, porque achei a história bem diferente dos romances de época que estou vendo atualmente. Eu fiquei bem curiosa com toda essa questão do personagem, das suas esposas e tal. Quero muito ler.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    Curtir

  14. Oi
    De uns tempos pra cá comecei a me viciar em romances de época, pra mim é encantador mesmo, aquela coisa de Lorde, solteirona e tudo mais é muito interessante. A capa é muito linda! Gosto de protagonistas com personalidade forte .

    Curtir

  15. Pingback: Resenha #66: A Noiva Devota, Mari Scotti | Arsenal de Ideias

  16. Pingback: Especial 2 Anos da Família Hallinson + Sorteio! | Arsenal de Ideias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s