Resenha #61: A Escolhida, Amanda Ághata Costa

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje trouxe para vocês mais uma resenha, dessa vez da nossa parceira Amanda Ághata Costa, um romance fantástico e que promete nos conquistar logo nas primeiras páginas, vamos conferir?

capa-a-escolhida

Título: A Escolhida

Autor: Amanda Ághata Costa

Editora: Arwen

Páginas: 452 páginas.

Ano: 2015

Skoob|Comprar

Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota perdida na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais. Através de sua aparência impecável e feições delicadas, ninguém conseguiria supor quem ela é e o que gosta de fazer: um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas. Porém, tudo muda quando é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. Em meio a várias mudanças repentinas, terá de enfrentar suas convicções a fim de descobrir um lado de si mesma que não imaginava existir. Será que o amor vai fazer brotar a alegria em seu coração? Ou ele irá arrastá-la diretamente para a morte? Ari será capaz de finalmente superar o próprio passado sombrio ou sucumbirá a ele, deixando pelo caminho mais um grande rastro de destruição?

Eu estou simplesmente apaixonada por esse livro! Não sabia exatamente o que esperar, apesar de conhecer a escrita da autora, e fui surpreendida positivamente.

O ponto mais forte da leitura para mim foi a caracterização e construção dos diversos personagens que somos apresentados. Quando Ari chega ao círculo e conhece os feiticeiros, imaginava uma coisa totalmente diferente, então gostei muito de como a autora nos apresentou o ambiente. Fiquei simplesmente apaixonada por Luke e sua irmã Vincy, e a maneira que a autora construiu o relacionamento amoroso entre Luke e Ari foi maravilhosa, tudo muito devagar e respeitando os limites de seus personagens.

Sobre esse relacionamento entre Luke e Ari, o que posso falar sem me derreter? Rs. Foi uma coisa bem demorada e detalhada, foi criada uma escada para esse relacionamento e podemos conferir passo a passo, tanto que quando vemos já estamos torcendo muito por eles.

Ari não é uma pessoa fácil. Filha de um anjo com um demônio, ninguém além de seus pais e Luke sabe a verdade sobre a sua espécie. Ela tende mais para o lado ruim, puxando mais ao seu pai demônio, mas com o passar da história, podemos ver que não precisa ser de fato assim, que tendo pessoas importantes em sua vida, ela pode mudar suas ações sem nem ao menos perceber. Luke já é extremamente ao contrário de Ari, o que causa um contraste muito interessante quando os dois estão juntos, já que ele é muito doce e extremamente devotado à família.

Com uma narrativa em primeira pessoa, a leitura é muito gostosa de ser feita, apesar de no começo, até Ari chegar de fato no círculo e se enturmar, foi um pouco lento e arrastado, e a minha demora para ler foi por causa disso. Mas, do meio para o final, a história simplesmente vicia e você não consegue parar de ler até chegar no final.

Se você gosta de livros sobre anjos, feiticeiros e outros seres fantásticos, com certeza você deveria ler esse livro. A sequência ainda não foi lançada, mas mal posso esperar para conferir, já autora nos deixou com um final aberto.

Até mais, pessoal!

Anúncios

54 comentários sobre “Resenha #61: A Escolhida, Amanda Ághata Costa

  1. Olá, eu adoro essa capa, só que o livro não me chama muita atenção, eu meio que estou esgotada de fantasia, não é um gênero que me agrada tanto e se eu ler um livro dele, para ler outro geralmente demora muito

    Curtir

  2. Oii, tudo bem?
    Esse livro está na minha listinha de desejados faz muito tempo, eu adoro um bom livro de romance, ainda mais se tiver fantasia no mesmo. Fico muito feliz que você tenha gostado da leitura e espero ter a oportunidade de ler o livro em breve.

    Curtir

  3. Oi, Carol! Tudo bem? Fico feliz por saber que mesmo achando a leitura tendo sido arrastada no começo, você prosseguiu e gostou do conjunto final. A intenção era fazer com que o leitor fosse descobrindo as coisas juntamente com a Ari e agradeço pela oportunidade de me deixar entrar um pouquinho na sua vida através das minhas palavras. Tomara que goste da continuação também! ❤ Beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s