Resenha #102: O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje eu trago para vocês a primeira resenha do projeto Literaturas em Língua inglesa (que vocês podem conferir clicando aqui) e não poderia ter começado com uma obra melhor. Vamos conferir?

81gQ6PASkyL

Título: O Retrato de Dorian Gray

Autor: Oscar Wilde

Editora: Martin Claret

Ano: 1998

Páginas: 216 páginas.

Skoob|Comprar

Versão de Oscar Wilde para o mito faustiano da perda da alma em troca dos prazeres mundanos, “O retrato de Dorian Gray” é um relato de decadência moral e punição, exemplo do humor cáustico e refinado de seu autor.

Dorian Gray é um belo e ingênuo rapaz retratado pelo artista Basil Hallward em uma pintura. Mais do que um mero modelo, Dorian Gray torna-se inspiração a Basil em diversas outras obras. Devido ao fato de todo seu íntimo estar exposto em sua obra prima, Basil não divulga a pintura e decide presentear Dorian Gray com o quadro. Com a convivência junto a Lorde Henry Wotton, um cínico e hedonista aristocrata muito amigo de Basil, Dorian Gray é seduzido ao mundo da beleza e dos prazeres imediatos e irresponsáveis, espírito que foi intensificado após, finalmente, conferir seu retrato pronto e apaixonar-se por si mesmo. A partir de então, o aprendiz Dorian Gray supera seu mestre e cada vez mais se entrega à superficialidade e ao egoísmo. O belo rapaz, ao contrário da natureza humana, misteriosamente preserva seus sinais físicos de juventude enquanto os demais envelhecem e sofrem com as marcas da idade.

Eu tinha muita curiosidade com esse livro porque sempre ouvi meus professores falando super bem. Infelizmente, não tive a oportunidade de ler na faculdade porque eram muitas obras estudadas, mas sempre fiquei com essa em mente.

Na obra, acompanhamos o jovem Dorian Gray durante sua juventude até o final de sua vida. Um grande retrato seu, pintado por seu amigo Basil, lhe é presenteado e demonstra toda a beleza e juventude do rapaz. O problema é que, enquanto Dorian realizar ações que têm impacto na sua alma, tais impactos são demonstrados no quadro como envelhecimento, enquanto o próprio Dorian permanece jovem como sempre.

Com o passar do tempo, o jovem se perde cada vez mais e todas as suas ações têm consequências para as características no quadro, sempre ficando pior. O grande ápice do livro é quando Dorian finalmente, depois de anos, resolve mostrar o quadro como está para o seu amigo Basil.

É uma obra repleta de críticas da sociedade do século XIX. Com várias referências de obras, pintores e músicos da época, com certeza é repleta de cultura. Não é parecido com nada que eu já tenha lido antes. O final foi surpreendente, eu jamais esperava aquilo. É muito bom ver como um livro antigo ainda consegue surpreender novos leitores por se tratar de uma escrita totalmente original e que consegue pular as barreiras do tempo.

É uma leitura rápida e gostosa, mas às vezes, principalmente quando está narrando a vida de Dorian, torna-se um pouco cansativa, pois fica totalmente descritiva. Tirando esse ponto negativo, com certeza é uma obra essencial para os apaixonados por literatura. Quem lê não se arrepende, não é a toa que se tornou um grande clássico.

5 estrelas

Até mais, pessoal!

Anúncios

30 comentários sobre “Resenha #102: O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde

  1. olá
    Não li a obra ainda, mas está na miha infinita lista pois foi indicação. Muito legal esse projeto, livros antigos são maravilhosos,msmo que a leitura não me agrade gosto de ver como era a escrita do autor, comparando com hj em dia e dependendo da obra, como foi vista na epoca.
    Bjus

    Curtir

  2. Olá, tudo bom?

    Eu nunca li esse livro e confesso que não tenho costume de ler obras clássicas. Como não foi uma história em que eu estudei na época do Ensino Médio, acabou não fazendo parte da minha lista de livros lidos.
    Acho que agora eu entendi o motivo de tantas pessoas gostarem. Sendo repletos de críticas sobre a sociedade e com diversas referências, parece ser a típica obra que eu ficarei envolvida e devorarei em pouco tempo. É uma pena que seja tão descritiva, talvez eu também me canse um pouco. Ademais, já coloquei na minha lista de desejados, já que é uma leitura rápida e gostosa – além de ter um final surpreendente. Quem sabe eu também goste?

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação 🙂
    Abraços.

    Curtir

  3. Clássico é clássico né mores? Um livrão desses bicho! Amo Oscar Wilde de um jeito que só maluco, adoro suas obras, seus contos, seus livros. O Retrato pra mim, é uma crítica gigante a sociedade como um todo, aos egoísmos das pessoas, que se rendem ás suas vontade e caprichos, esquecendo de serem humanos de verdade! Amo esse livro, é um dos meus favoritos da vida!
    Bjoxx

    Curtir

  4. Heiii, tudo bem?
    Olhando apenas a capa, eu confesso que o livro nao me chamou a atenção, mas depois de saber mais da premissa e de como vc se surpreendeu com o final, me deixou mtooo curiosa pra saber tudo sobre o livro.
    Que bom que o livro foi uma leitura bacana, realmente é legal saber que um livro antigo consegue ainda cativar seus leitores.
    Vou ler depois tb.
    Beijos.

    Curtir

  5. Olá ♥
    Confesso que não é o tipo de livro que me atrai, lembra até um pouco as leituras obrigatórias da escola. A premissa é até um pouco menos densa do que pensei Fico feliz que foi um livro bom para você já que tinha a curiosidade de fazer a Leitura desde a época da faculdade. Única coisa que eu fiquei curiosa foi saber o por quê que o quadro vai se alterando na medida em que o Dorian faz as coisas, Beijos!

    Curtir

  6. Olá!
    Apesar de ser uma história lançada já há um tempo e ter um bom desenvolvimento levantando bons questionamentos e deixando muita coisa para reflexão, porém não acredito que vá ler algum dia, por não me sentir atraída para querer embarcar nessa trama.
    Beijos!

    Curtir

  7. Oie
    Eu adoro esse livro, mas li faz tanto tempo que preciso reler para lembrar dos detalhes. Realmente em alguns pontos a narrativa é cansativa, mas é ótima mesmo. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    Curtir

  8. Oi, Carol!
    Acredita que tenho uma grande admiração por Oscar Wilde, mas ainda não li esse livro? Que coisa… Pior que é um livro que sempre tive vontade de ler, mas não sei porque ainda não li! rsrs
    Vou tentar corrigir esse erro esse ano, já que quero ler mais clássicos!
    Bjos
    Lucy – Por essas páginas

    Curtir

  9. Olá,

    Eu nunca li nenhum livro sobre a vida de Dorian, porém assisti uma série que falava bastante sobre ele, e isso me deixou super curiosa, espero ler essa obra e conhecer mais da vida desse homem que é tão fascinante.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    Curtir

  10. Olá! Tudo bem?

    Vou ser sincera, toda vez que vejo uma resenha desse livro fico meio: vou ler aaaa. Mas o tempo passa e eu acabo desanimando.

    Porém, não vou tirar esse livro da lista. Tenho esperanças de um dia ainda lê-lo. Vamos ver, né?

    Eu achei muito legal esse projeto e espero que super certo! ❤

    Beijos!
    http://www.dreamsandbooks.com

    Curtir

  11. Oiee ^^
    Já tem um tempo que eu ando querendo ler esse livro e ver o filme também, mas sempre opto por ler antes de ver…haha’ Fico feliz em saber que você gostou tanto da obra – uma pena os momentos descritivos demais, acho que vou achá-los cansativos também – parece ser muito bem escrito e interessante.
    MilkMilks ♥

    Curtir

  12. Oi, tudo bem?
    Esse é um dos poucos clássicos que eu vejo e sinto uma vontade de ler. Ainda não efetuei a leitura, mas adorei a tua resenha e já quero lê-lo.Eu imaginei que o livro fosse um pouco maior, mas como só tem umas 200 e poucas páginas, deve da para ler rapidinho, até mesmo nas partes arrastadas.

    Curtir

  13. Oie, tudo bem? Oscar Wilde ne more? Eu não li o livro justamente por isso sabia? Por ser um clássico imaginei que a leitura seria decritiva e arrastada, só acho que deveria ter uma edição especial com uma capa mais tchan, uma linguagem mais atual. Já vi o filme e adorei. Acho mega interessante esse jeito do Wilde de criticar uma sociedade como um todo através do egoísmo de um personagem e de como esse egoísmo se volta “contra” ele exatamente da forma como ele queria que fosse. Enfim, classico é clássico e sempre é uma boa indicacão. Bjossssss

    http://www.porredelivros.com

    Curtir

  14. Olá, também já vi inumeros comentários de professores sobre esse livro mas nunca procurei saber realmente do que se tratava a história e vi que é algo realmente curioso, não sou muito adepta a ler clássicos, mas esse com certeza eu leria.

    Curtir

  15. Realmente, quando fica uma narrativa totalmente descritiva a leitura fica um pouco cansativa. Gostei de ler sua resenha e assim como você também tenho curiosidade com essa obra. Fico feliz que tenha gostado, vou adicionar na minha listinha de compras.

    beijinhos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s