Resenha #102: O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje eu trago para vocês a primeira resenha do projeto Literaturas em Língua inglesa (que vocês podem conferir clicando aqui) e não poderia ter começado com uma obra melhor. Vamos conferir?

81gQ6PASkyL

Título: O Retrato de Dorian Gray

Autor: Oscar Wilde

Editora: Martin Claret

Ano: 1998

Páginas: 216 páginas.

Skoob|Comprar

Versão de Oscar Wilde para o mito faustiano da perda da alma em troca dos prazeres mundanos, “O retrato de Dorian Gray” é um relato de decadência moral e punição, exemplo do humor cáustico e refinado de seu autor.

Dorian Gray é um belo e ingênuo rapaz retratado pelo artista Basil Hallward em uma pintura. Mais do que um mero modelo, Dorian Gray torna-se inspiração a Basil em diversas outras obras. Devido ao fato de todo seu íntimo estar exposto em sua obra prima, Basil não divulga a pintura e decide presentear Dorian Gray com o quadro. Com a convivência junto a Lorde Henry Wotton, um cínico e hedonista aristocrata muito amigo de Basil, Dorian Gray é seduzido ao mundo da beleza e dos prazeres imediatos e irresponsáveis, espírito que foi intensificado após, finalmente, conferir seu retrato pronto e apaixonar-se por si mesmo. A partir de então, o aprendiz Dorian Gray supera seu mestre e cada vez mais se entrega à superficialidade e ao egoísmo. O belo rapaz, ao contrário da natureza humana, misteriosamente preserva seus sinais físicos de juventude enquanto os demais envelhecem e sofrem com as marcas da idade.

Continuar lendo

Anúncios

TBR Janeiro

Olá, pessoal, tudo bem?

Como vocês passaram de festas? Quais são as suas metas para esse novo ano? Conseguiram atingir as que vocês queriam no ano passado? Me contem!

Hoje trago para vocês minha TBR de janeiro. É pequena porque eu prefiro me surpreender do que me decepcionar hahaha Então vamos lá:

vintage

a garota alemã

 

Título: A Garota Alemã

Autor: Armando Lucas Correa

Editora: Jangada

Skoob

Baseado numa história real, A Garota Alemã é um romance magistral. A bordo do famoso transatlântico St. Louis, uma garota de 11 anos e 936 refugiados judeus fogem da Alemanha Nazista. Berlim, 1939. Hannah Rosenthal, de 11 anos, tinha uma vida de contos de fadas. Ela passava as tardes no parque com seu melhor amigo, Leo Martin. Mas, agora, as ruas estão cheias de nazistas. Eles vislumbram uma esperança para sair desse inferno: o St. Louis, um transatlântico que pode propiciar aos judeus uma travessia segura para Cuba. Mas logo as circunstâncias da guerra mudam e o navio que era sua salvação agora parece ser a sua sentença de morte. Nova York, 2014. Anna Rosen, ao fazer 12 anos, recebe um envelope misterioso de Hannah, uma tia-avó que criou o pai falecido. O conteúdo do envelope inspira Anna e a mãe a viajarem a Cuba para conhecer Hannah e descobrir a verdade sobre o trágico passado da família.

Continuar lendo