Ideias da Tela #04: Jumanji – Bem-Vindo à Selva

Olá, pessoal, tudo bem?

Resolvi reviver essa coluna de filmes que assisti esse ano, porque pretendo assistir muito mais filmes no cinema (para quem não sabe, eu sou incapaz de assistir um filme em casa sem dormir, então só me resta o cinema mesmo) e nessa semana eu fui surpreendida por um que está fazendo bastante sucesso no momento:

PHfAqccz8A1Big_1_l

 

Título: Jumanji – Bem-Vindo à Selva

Gênero: Aventura/Fantasia

Ano: 2018

118 minutos.

Vinte anos após os eventos do primeiro filme, o infame jogo de tabuleiro evoluiu para um vídeo-game e enquanto limpam o porão da escola por detenção, quatro adolescentes descobrem e são transportados para a mesma selva onde Alan Parrish foi levado, anos atrás. Eles se tornam seus próprios personagens no jogo e descobrem que a única forma de saírem de lá é finalizando o jogo.

Continuar lendo

Anúncios

Resenha #100: O Primeiro Homem Mau, Miranda July

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje trago para vocês a resenha de um livro no mínimo diferente. Nunca tinha lido nada desse gênero e achei toda a história peculiar e um pouco louca. Contem-me nos comentários o que vocês acharam depois dessa resenha!

13774_gg

 

Título: O Primeiro Homem Mau

Autor: Miranda July

Editora: Companhia das Letras

Ano: 2015

Páginas: 304 páginas.

Skoob|Comprar

Um espetacular romance de estreia que é tão comovente, sujo, terno, engraçado — tão Miranda July — que seus leitores ficarão arrebatados. Cheryl é uma mulher reclusa e vulnerável. Ela é obcecada por Phillip, um sujeito galanteador e membro do conselho da empresa em que trabalha — uma organização que treina mulheres para autodefesa. Cheryl acredita que eles já fizeram amor em muitas vidas — mas ainda precisam consumar o ato nesta encarnação. Quando seus chefes pedem a ela que hospede brevemente Clee, a filha do casal, uma garota egoísta e cruel de 21 anos, seu mundo vira de cabeça para baixo. Mas é ela que traz Cheryl para a realidade e se torna o amor de sua vida. Lírico, engraçado, cheio de obsessões sexuais e amor maternal, este romance confirma Miranda July como uma voz espetacularmente original da cultura contemporânea.

Continuar lendo

Resenha #99: A Garota do Calendário – Março, Audrey Carlan

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje trago para vocês mais uma resenha dessa série que no ano passado dividiu opiniões. Eu confesso que estou gostando, mas preciso ler um volume a cada três meses, senão acabo enjoando. Vamos conferir a resenha?

garota março

 

Título: A Garota do Calendário – Março

Autor: Audrey Carlan

Editora: Verus

Ano: 2017

Páginas: 144 páginas.

Skoob|Comprar

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser… Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

Continuar lendo

Resenha #83: Impecáveis, Sara Shepard

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje trago para vocês mais uma resenha de uma série de livros, o segundo volume de Pretty Little Liars. Vamos conferir o que eu achei?

ScreenShot316

 

Título: Impecáveis – Pretty Little Liars #02

Autor: Sara Shepard

Editora: Rocco Jovens Leitores

Ano: 2011

Páginas: 336 páginas.

Skoob|Comprar

Spencer roubou o namorado de sua irmã. Aria ficou com o coração partido em relação ao seu professor de Inglês. Emily começou a gostar de sua nova amiga Maya… tanto quanto de seu amigo. A obsessão de Hanna pela aparência impecável está lhe fazendo mal. E seu segredos mais terríveis ainda é tão escandaloso que a verdade iria arruiná-las para sempre.

Continuar lendo

Resenha #81: Clube dos Herdeiros, Fabiana Madruga

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje trago para vocês mais uma resenha de um livro nacional, e é a primeira experiência que tenho com uma obra da Editora Draco. Vem dar uma conferida e ler o que achei do livro:

clube-dos-herdeiros

 

Título: Clube dos Herdeiros

Autor: Fabiana Madruga

Editora: Editora Draco

Ano: 2015

Páginas: 144 páginas.

Skoob|Comprar

Hoje deve ser seu dia de sorte. Sim, é com você que estou falando! Ao abrir esse livro, você ganhará um passe livre, uma tão cobiçada credencial, um passaporte com visto para um mundo que mal se vê pela fechadura. Você poderá conhecer cada um dos membros da nova aristocracia do Rio de Janeiro e saber o que realmente se passa na vida, na cabeça e no coração deles (e eu aposto como você jurava que isso nem existia!). Só me sinto na obrigação de alertar você a respeito do principal perigo, que ameaça aqueles que se julgam sortudos por cruzar essa linha: você vai descobrir que as coisas podem não ser como você imaginava e ter vontade de correr de volta para o seu mundo seguro, que antes parecia tão medíocre. Mas não precisa correr tanto. No meio do caminho sei que você vai dar meia-volta e perceber que não vai a lugar algum. O Clube dos Herdeiros pode não ser nada parecido com um conto de fadas… mas não há como não se apaixonar perdidamente por ele! Pense bem antes de aceitar o convite: existem festas que duram a vida inteira…

Clube dos herdeiros: como nossos pais é um romance viciante de Fabiana Madruga. Depois de viver a vida ao lado deles, será difícil ver o mundo da mesma forma.

Continuar lendo

Resenha #69: Filhos da Lua – O Legado, Marcella Rossetti

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje trouxe para vocês mais uma resenha, dessa vez de um fantasia urbana que eu curti muito a leitura. E o melhor ainda, é de uma autora nacional. Vamos conferir?

filhos da lua

Título: Filhos da Lua – O Legado

Autor: Marcella Rossetti

Editora: Avec

Ano: 2016

Páginas: 448 páginas.

Skoob|Comprar

Você consegue imaginar que a vida que te ensinaram a viver pode não ser aquela para a qual nasceu? Que tudo o que acredita pode não ser inteiramente verdade? E que existem criaturas conhecidas como trocadores de pele vivendo entre nós?

Em Filhos da Lua: o Legado, você descobre um novo universo de fantasia urbana, tendo como cenário o nosso país. A autora apresenta uma aventura cheia de mistérios cuja personagem principal é Bianca, uma adolescente que não imagina que sua chegada na cidade desencadearia uma série de acontecimentos capazes de transformar completamente a sua vida e revelar os segredos de um perigoso mundo.

Continuar lendo

Resenha #63: Desbocada, Desfocada, Deslocada – Bruna Louise

Olá pessoal, tudo bem?

Trouxe para vocês hoje mais uma resenha, e dessa vez é de um livro bem diferente dos que vocês estão acostumados a ver por aqui, vamos conferir?

images.livrariasaraiva.com.br

Título: Desbocada, Desfocada, Deslocada

Autor: Bruna Louise

Editora: Buzz

Páginas: 160 páginas

Ano: 2017

Skoob|Comprar

Bruna Louise é formada em artes cênicas e só se formou para jogar um diploma na cara da família, ou seja, Bruna Louise não é especialista em nada, absolutamente nada. Esse livro de anti-autoajuda e com péssimas dicas de sobrevivência foi escrito baseado em histórias de amigas, reclamações de mulheres de todos os tipos, sejam contadas diretamente para Bruna Louise, sejam ouvidas dentro de ônibus ou conseguidas indiretamente: com copos de vidro grudados na parede do vizinho ou escutas telefônicas. Como comediante de stand up, ela está acostumada a ver coisas rotineiras com outros olhos (até porque ela acorda ao meio-dia, o que muda tudo) e isso possibilita que ela exerça sua veia satírica e brinque com questões sérias que são comuns na vida de qualquer mulher. Então livre-se do politicamente correto (até porque ela não tem como pagar os advogados em caso de processo) e se divirta com essa visão bem-humorada do universo feminino. Bruna Louise é uma das revelações da comédia nacional: inteligente, criativa e ácida. Bruna Louise está realmente muito feliz em estar escrevendo tudo isso em terceira pessoa. Bruna Louise talvez seja exagerada e egocêntrica. Bruna Louise precisa voltar pra terapia.

Continuar lendo